1.12.09

A lágrima

Cuida da sua lágrima com carinho...
Nunca trate-a como coisa sem valor...
Seja simpática... Trate-a com jeitinho...
Aproxime-se dela se preciso for...

Converse com ela pelo caminho
Sobre sua insatisfação, sobre sua dor,
Sobre as vezes em que seu coração sofreu sozinho,
Sobre as vezes em que ele caiu por tanto amor...

Não a despreze, nunca a recrimine,
Cuidar da própria lágrima não é crime,
É aprender a própria evolução...

A lágrima de dor, se bem cuidada
É como um bálsamo para a alma cansada,
É como um alívio para o coração...

2 comentários:

Rosângela disse...

Soneto Lacrimoso.
Jesus também chorou.

Janaina disse...

Descreves a dor com tal plenitude que as palavras somem diante tamanha sensibilidade. Me encontrei aqui...