24.5.17

Bom dia

Bom dia, apesar da indiferença,
Apesar da falta de gratidão,
Bom dia, apesar de uma incerteza imensa,
De quase nenhum sim, de tanto não,

Bom dia, apesar de tanta doença,
Apesar da falta de medicação,
Do medo de que o abandono um dia vença,
Bom dia, apesar da falta de opção...

Bom dia, apesar das contas a pagar,
Apesar de às vezes não acreditar,
Apesar da falta de inspiração,

Mas apesar do medo de seguir em frente,
Pode ser que aconteça alguma coisa diferente,
Pode ser que melhore o coração...

23.5.17

Cansaço

Das pessoas. Das coisas. Do dia a dia.
Do desamor. De errar por não desconfiar.
Da intolerância. Da hipocrisia.
De tanto ter que justificar

Da relações humanas. Da tirania.
Da morte que chega sem se explicar.
Da displicência diante da hemorragia
De uma sociedade que não para de sangrar.

Nem é o corpo. É o coração que esfria.
É a alma que se sente mais vazia
Como se não conseguisse respirar.

Cansaço simplesmente. Falta alegria.
Não é o coração, é a poesia
Que as vezes pede para descansar...

18.5.17

O mar de lama

E a nação mergulhada num mar de lama,
Os governantes e os governados,
Ninguém escapa e ninguém mais se engana:
Todos na mesma lama mergulhados,

Gente importante de alma pobretana,
Estelionatários deslavados,
Mediocridade covarde e desumana,
Bandidos travestidos de deputados,

E o mar de lama se espalha rapidamente:
Dos deputados chega ao presidente,
Raposas tomando conta do galinheiro...

O mar de lama da corrupção...
Vai ser preciso reinventar a nação
Pra libertar o povo brasileiro.

16.5.17

Mussatavares

Apesar dos pesares, dores e similares,
Mussatavares faria uma poesia,
Não com o interesse de atrair olhares,
Mas porque ela é sempre boa companhia...

Apesar das desventuras aos milhares,
Da falta de esperança e de alegria,
Talvez por isso mesmo  mussatavares
Muito provavelmente tentaria

A rima pro soneto, o verso lento,
A esperança que mora no pensamento,
A resistência que alimenta o coração...

Porque não há limites para a poesia
Nem recompensa, nem garantia...
A poesia é um sinal de gratidão...

Isabel

Bel. Felicidades. Multiplicadas.
Você, que transformou as nossas vidas,
E desde então seguimos de mãos dadas
Sem desenganos, sem despedidas...

Então felicidades. Abençoadas.
Sigamos, almas mais fortalecidas,
Agradecidas, e alinhadas,
E afinadas, e comprometidas...

Felicidades. Longas. Lado a lado.
Você, Yuri, Luísa e o filho amado,
E nossa família que é sua desde cedo.

Felicidades, Isabelzinha
Felicidades, querida sobrinha
De tanto amor que não cabe num segredo...

As madrugadas

Perder o sono. Qual a serventia?
Tentar voltar a dormir sem conseguir,
Ficar pensando um monte de porcaria,
E nem um bocejo pra distrair...

Perder o sono. Daqui a pouco é dia.
Aí não tem como não fingir:
O sono chega na hora que não devia,
E vai embora quando não era pra ir.

Perder o sono. Cade o zolpiden?
Melatonina? Clonazepan? Alguém tem
Algum soninho ai, desses artificiais?

Perder o sono. Quem inventou isso
Não faz ideia do desperdício
E do estrago que perder o sono faz...

Tanto amor

É muito amor o que habita esses meninos,
Amor de vazar para a fotografia,
Todo feito de hábitos pequeninos,
Amor absoluto, como a taquicardia,

É tanto amor unindo esses destinos
Que mal caberia numa única poesia,
Meninos bons  e de hábitos tão finos,
E tanto amor gerando tanta alegria...

Amor assim, de um jeito tão diário,
Que nem existe pra ler no dicionário,
Porque é amor do jeito deles moldado...

Amor que é quase como nos contos de fadas,
Meninos encantados de mãos dadas,
Amor perfeito. Amor abençoado.

Saulo

Felicidades, menino doutor,
Cuidador cuidadoso das criancinhas,
Que prescreve penicilina com amor,
E trata com amor suas mãezinhas,

Felicidades, meu sucessor,
Que tem condutas melhores que as minhas,
Por isso irei feliz quando eu me for,
Por ter deixado algumas sementinhas,

Felicidades, sobrinho querido,
Doutor que um dia vi recem nascido,
E que hoje eu percebo maior que eu,

Deus abençoe você nesse seu dia,
Sua alegria é nossa alegria,
Você é um presente que Deus nos deu...

Desperdício

Gastei a minha vida discutindo
Pontos de vista, convicções, controvérsias,
Brigando pra ter razão, fui me iludindo
E me metendo nessas conversas...

Gastei meus dias me definindo
Entre o certo, o errado e o vice versa,
Absolutamente convicto , fui investindo
Em falsas concepções, teses diversas...

Hoje, ao notar meu tempo se esgotando,
Confesso que me perdi, desperdiçando
O tempo que me foi emprestado para amar...

Gastei tempo caro com quinquilharias
Por isso hoje, de mãos quase vazias,
Já não me resta tempo pra sonhar...

30.4.17

Autobiografia

"And all i loved, i loved alone." Edgar Allan Poe 

Quase tudo que amei na vida, amei sozinho,
Eu hoje vejo que ninguém me acompanhou
Em cada gesto que tive de carinho
E isso foi tudo que me restou.

Não consegui dividir pelo caminho
Projetos, sonhos, culpas, zelo, amor,
Tudo que amei ficou guardado no meu ninho.
Construí sozinho. Ninguém compartilhou ...

E assim segui a minha longa estrada,
Ninguém seguiu comigo, dividi nada,
Guardei me em mim a minha vida inteira...

Tudo que amei, amei sozinho, e, livre,
Esse amor foi o único que eu tive...
Vivi minha vida assim dessa maneira...

28.4.17

Você

Você é a melhor parte do meu dia,
Minha fatia de sonho açucarado,
É mais poesia do que tem minha poesia,
Adoro poder estar sempre do seu lado,

Você é a minha melhor companhia,
Meu bem me quer, meu sol, meu bombocado,
É a força de que eu precisava e não sabia,
Coisa de Deus a gente ter se encontrado...

Conhecer você foi meu maior presente,
Eu nem esperava... foi de repente...
Você conseguiu me tirar da contramão,

E agora é dona absoluta dos meus dias
E das minhas mais felizes fantasias,
E da melhor parte do meu coração...


23.4.17

Amor incondicional

3 da manhã e aquele sono nada...
Não sei aonde é que o danado foi parar.
Pra onde será que ele vai de madrugada
E só volta pra casa na hora de acordar?

3 da manhã. E alguma coisa errada:
Isso lá é hora do sono me deixar,
Pra depois voltar com a cara mais lavad
Sem a menor intenção de se explicar?

3 da manhã. Isso é hora de poesia?
Será que esse sono não vê que é covardia
Sair desse jeito sem me avisar?

3 da manhã. Mas tudo bem, sono. Um a zero.
Pode voltar sem pressa que eu espero,
Porque eu te amo e não vou te abandonar...