13.6.17

O abraço

Porque se abraçam sem se tocar,
E acabam se tocando com o coração,
A foto para a posteridade recordar,
Parece que estão de combinação...

Porque tão delicado esse abraçar,
E tão gentil essa aproximação:
Miguel que parece quase sonhar,
Vitor Hugo, um primo que parece um irmão,

E a fotografia desse abraço,
O colo que permite aos dois o laço,
A luz que transborda em outra dimensão,

Ah, que fotografia preguiçosa.. .
É sono ou serão dois dedinhos de prosa?
Os que viverem, verão...

Um comentário: