3.2.10

E se (ainda)...

E se eu votasse no outro candidato?
E se eu me mudasse para Araraquara?
E se eu não assinasse esse contrato?
E se eu não me entregasse assim de cara?

E se eu deixasse comida no prato?
E se eu me apaixonsse pela Guanabara?
E se eu decidisse ir morar no mato?
E se eu comprasse a coleção da Nara?

E se eu quisesse declamar poesia?
E se eu perdesse o prazo de garantia?
E se eu cantasse pra poder dormir?

E se eu fosse dormir hoje mais cedo?
E se eu dormisse sem perder o medo?
E se meu sonho era voce sorrir?

2 comentários:

Ekklesia disse...

Tô rindo.. kkk

Se poetinha doutor não poetasse é que seria tudo um eterno "se..."

Ekklesia disse...

O que a Academia de Letras está fazendo que não puxa uma cadeira para você sentar?

É cada sonetada...