6.2.09

Caminho

Devagarinho...
Um dia
Eu tive pressa,
Já não tenho mais.
Perigo
Em cada encosta
Escondidinho,
Pra não falar
Do calor
Que às vezes faz...
E as vezes chove,
E outras
Um friozinho...
Tem dias que a fome
Não me deixa em paz...
E nada faz cansar,
Chutar o balde,
Ficar olhando
Insistente
Só prá trás...
É de amanhã,
É de sonho
Meu caminho,
Já foi um dia
Só espasmos
Cerebrais...
Hoje é semente,
O universo
Num grãozinho...
É quase nada...
Mas é todo gás...

O meu caminho...

2 comentários:

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Que seu caminho, amado, seja Vida e Verdade! Para quê mais, não?

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Amante da Palavra, posso colocar este caminho no meu caminho ali?
Depois volto para pegar o caminho.
Mas, se de todo, não for este o destino deste caminho, tudo bem, caminharemos em paralelo, mesmo assim e, com certeza, chegaremos lá.
Um abraço,amante da palavra.

pérola