11.10.07

Eternesencias...
Para minha irmãzinha Rose in http://www.eternessencias.blogspot.com/

Por ter achado aqui morada boa,
Terreno fertil para se plantar,
Casa de campo deliciosa,
A poesia, que não se perdoa,
Vai se vestir de letra preguiçosa
E entrar aqui para descansar...

Por ter achado aqui alivio e alento,
Reparo, amparo, refazimento,
E principalmente boa companhia,

A poesia, mal acostumada,
Vai ficar viciada...
Ai ai ai ai coitada da poesia...

5 comentários:

Eternessências disse...

Obrigada,Luisinho!
Sua poesia sempre é um aconchego... expressão de sua alma!
Beijo!
Rose

Luisa mayah disse...

Olá, lembra de mim??

Passo sempre por aqui viu?! gosto muito de ler o que você escreve!

beijos,

Luisa.

Bêzinha disse...

Parabéns,lindas poesias.
Você conseguiu me mostrar que a vida é bela apesar de todas as circunstâncias, seja ela boa ou ruim. Que a sua vida, e os momentos vividos nela continuem sendo sua inspiração.
beijos Bêzinha. ( *.* )

Eternessências disse...

Voc� respira poesia!...
Amei o poema!... Vou ficar "bem"
acostumada!...
OBRIGADA!
Beijo de ternura!
Rose.

Ela disse...

Eu adoro a Rose.
E a sua essência.